Testeira do Senac Goiás
Técnico em Segurança do Trabalho - I Módulo Disponível em: 0 unidade(s)
- Formar profissionais aptos para promover ações e medidas preventivas para eliminação de riscos de acidente do trabalho e doenças profissionais, promovendo a saúde, proteção e a integridade do trabalhador no local laboral e prestando informação ao empregador e trabalhador sobre os riscos presentes no ambiente de trabalho e a promoção de campanhas e outros eventos de divulgação das normas de segurança e saúde no trabalho.
Primeiro Módulo:
- Psicologia Aplicada;
- Visão Sistêmica de Saúde;
- Prevenção e Segurança do Trabalho;
- Direito e Legislação;
- Higiene e Profilaxia;
- Primeiros Socorros;
- Gestão Ambiental.

Segundo Módulo:
- Relações Interpessoais e Ética;
- Higiene e Segurança no Trabalho;
- Informática Aplicada;
- Desenho Técnico;
- Tecnologia Industrial;
- Medicina Ocupacional;
- Segurança do Trabalho;
- Norma e Segurança do Trabalho.

Terceiro Módulo:
- Psicologia no Trabalho;
- Administração Geral;
- Técnica de Prevenção no Combate a Sinistros;
- Ergonomia;
- Prevenção e Controle de Perdas;
- Estatística Básica;
- Estágio Profissional Supervisionado.




- Para pessoas que se interessarem em atuar na área de Segurança no Trabalho, Ornanização de CIPA, SESMT e demais comissões de prevenção e saúde do trabalhado.
- De acordo com Lei nº 11.741 de 16 de julho de 2008 e o Decreto N° 5.154, de 23 de junho de 2004, em seu Art. 4º destaca que a educação profissional técnica de nível médio, nos termos dispostos no § 2º do art. 36, art. 40 e parágrafo único do art. 41 da Lei nº 9.394, de 1996, será desenvolvida de forma articulada com o ensino médio, preferencialmente, com os cursos de educação de jovens e adultos, objetivando a qualificação para o trabalho e a elevação do nível de escolaridade do trabalhador.

- O Art. 4º A educação profissional técnica de nível médio, destaca que será desenvolvida de forma articulada com o ensino médio, desde que observado os incisos I, II e III.

- Vale ressaltar que o inciso I destaca sobre os objetivos contidos nas diretrizes curriculares nacionais definidas pelo Conselho Nacional de Educação; o inciso II sobre as normas complementares dos respectivos sistemas de ensino e o inciso III sobre as exigências de cada instituição de ensino, nos termos de seu projeto pedagógico.

- O § 1º, inciso II, descreve que a articulação entre a educação profissional técnica de nível médio e o ensino médio dar-se-á de forma concomitante, oferecida somente a quem já tenha concluído o ensino fundamental ou esteja cursando o ensino médio, na qual a complementaridade entre a educação profissional técnica de nível médio e o ensino médio.

- Considerando a legislação acima descrita o curso será oferecido nas modalidades concomitante e subsequente a candidatos que estão cursando a 2ª série do Ensino Médio ou 2º semestre da Educação de Jovens e Adultos (EJA) ou que já tenham concluído o Ensino Médio. Caso não tenha concluiddo o ensino médio o aluno devera assinar um termo de ciência da necessidade de conclusão do ensino médio, para obtenção do diploma de Técnico em Segurança no Trabalho.

- De acordo com o Regimento Único das Unidades Educacionais do SENAC de Goiás, no ato da matricula o candidato deverá apresentar a secretaria de cursos, a documentação exigida como requisito de acesso ao curso.

- O candidato deverá ter idade mínima de 16 anos. Para os candidatos com idade inferior a 18 anos deverão ser assistidos por seu responsável direto.

- No ato da matrícula o candidato deverá apresentar à Secretaria da Unidade de Ensino, os seguintes documentos:
¿ Cédula de Identidade (fotocópia);
¿ CPF (fotocópia);
¿ Registro Civil ¿ Certidão de nascimento ou casamento (fotocópia);
¿ 01(uma) fotografia 3/4 (recente);
¿ Comprovante de endereço (fotocópia);
¿ Comprovante de escolaridade do ensino médio (fotocópia e original para conferência) ou declaração de matrícula na 2ª série do ensino médio ou 2º semestre da Educação de Jovens e Adultos (EJA).

- A matrícula será efetuada mediante solicitação do candidato, com a anuência às disposições constantes deste curso.

- As inscrições e as matrículas serão efetuadas de acordo com o cronograma estabelecido pela unidade e com os termos regimentais.
- O SENAC oferecerá material didático para estudos individual e coletivo de forma gratúita a todos os alunos matriculados no curso.
- O curso conta com 3 módulos sendo o primeiro básico de saúde e os demais módulos específicos de Segurança no Trabalho.

- O estágio com carga horária de 250 horas, será realizado durante o terceiro módulo ou ao final do curso.
- A avaliação do desempenho dos alunos será exercida em conjunto pelos docentes e será contínua e cumulativa, possibilitando o diagnóstico sistemático do processo de ensino e de aprendizagem, prevalecendo os aspectos qualitativos sobre os quantitativos e os resultados obtidos ao longo do processo de aprendizagem sobre eventuais provas finais.
O resultado do processo de avaliação será expresso em menções:
I) ÓTIMO ¿ ser capaz de promover e demonstrar conhecimentos, competências e habilidades com autonomia.
II) BOM ¿ ser capaz de promover e demonstrar conhecimentos, competências e habilidades com relativa autonomia.
III) SUFICIENTE ¿ ser capaz de promover e demonstrar conhecimentos, competências e habilidades básicas.
IV) INSUFICIENTE ¿ não capaz de demonstrar conhecimento, competências e habilidades básicas.

- Será considerado aprovado aquele que obtiver no mínimo menção suficiente nas avaliações realizadas durante o processo de aprendizagem e freqüência mínima de 75% do total de horas de efetivo trabalho escolar.
- Primeiro módulo - Básico de Saúde - Carga horária de 177 horas.

- Segundo módulo - Prevenção e Proteção em Segurança do Trabalho - Carga horária de 666 horas.

- Terceiro módulo - Gestão em Segurança do Trabalho - 607 horas, sendo 357 horas de teoria e 250 horas de estágio profissional supervisionado.
- Durante o estágio o aluno deverá desenvolver um projeto final de estágio que é o documento que oficializa a realização e concretização do estágio e deverá ser elaborado exclusivamente pelo aluno.

- A confecção do projeto final de estágio deverá ser iniciado após o início do estágio e concluído ao final do estágio.

- O relatório final deverá ser entregue após o término do curso/estágio, devidamente assinado pelo supervisor do estágio.

- A carga horária do estágio deverá ser de 250 horas, e o aluno poderá concluí-lo até o último dia letivo do curso.

- Ao final do estágio o aluno deverá elaborar e apresentar o projeto contendo:
. Riscos ambientais, físico, químico, biológico e de acidente.
. Mapa de risco da empresa.
. Proteção coletiva na empresa.
. Projeto para estruturação da CIPA na empresa.
. PPRA da empresa.
. Estratégia e metodologia de ação para implantação do projeto na empresa ¿ Objetivo ¿ Estudo de caso ¿ método de ação (cursos e treinamentos) ¿ Resultado.

- O projeto deverá ser apresentado ao supervisor do estágio com no mínimo em encadernação em espiral.
- Durante o curso será estudado conteúdos referentes as NRs publicadas. Vale ressaltar que, o SENAC oferecerá o livro que conta com as NRs publicadas.
- Caso seja aprovada NR alem das constantes do livro a mesma será estudada em sala de aula.
agenda