Curso

Técnico em Estética

Escolha a unidade mais próxima e veja as turmas disponíveis para este curso.

Disponível em: 2 unidades Encontrar unidade mais próxima
Período Horário Frequência Investimento
Realizar atividades administrativas para o trabalho em estética:
Procedimentos de compras no segmento de estética: pesquisa de fornecedores, análise de preço (custo/benefício), prazo de validade e de pagamento, qualidade e tempo de entrega.

Tipos de serviços e produtos em estética. Tipos de equipamentos para uso em estética. Rótulos e embalagens de produtos: registro e normas vigentes. Formas e sistemas de controle de fornecedores e estoques: planilha eletrônica, materiais impressos, software de gestão, entre outros.

Estrutura organizacional: organograma e suas interrelações na atuação do profissional em estética. Organização do trabalho: contexto socioeconômico, características regionais, possibilidades e limites de atuação do técnico e legislação relacionada.

Direitos e deveres: princípios do Código de Defesa do Consumidor. Controle de estoque: armazenamento, reposição, entrada e saída de produtos e manutenção de equipamentos.

Porcentagem e as quatro operações matemáticas. Formação de preço: custos fixos e variáveis. Formas de registro de entrada e saída de valores. Planejamento de carreira: formas de inserção no mercado de trabalho, marketing e apresentação pessoal, metas pessoais, preparação de currículos, entrevista de emprego.

Organizar o ambiente de trabalho em estética:
Ergonomia e qualidade de vida no trabalho: ergonomia no ambiente de trabalho, estresse e ansiedade, Distúrbio Osteomuscular Relacionado ao Trabalho (Dort), ações que auxiliam na manutenção da saúde física e mental etc. Cuidados pessoais do profissional: apresentação pessoal (roupas e acessórios) e profilaxia (cabelos e unhas).

Características e prevenção dos riscos ocupacionais: tipos de riscos e Equipamentos de Proteção Individual (EPIs). Características de armazenamento e formas de descarte de produtos, materiais e equipamentos: Indicações do fabricante e legislação vigente.

Definição de vírus, bactérias e patogênicos. Níveis de riscos e contaminação por doenças transmissíveis: HIV, hepatite A, B e C, HPV, verruga plantar e herpes labial, entre outras. Limpeza, higienização, desinfecção e esterilização: normas da Vigilância Sanitária, procedimentos, produtos e equipamentos, entre outros.

Estabelecer estratégias de relacionamento com os clientes de estética:
Meios de divulgação: cartão, folder, mídias virtuais, e-mail marketing, panfletagem e outdoor, entre outros. Direitos e deveres: princípios do Código de Defesa do Consumidor, formas de atuação como prestador de serviços, autônomo ou empregado.

Definição e características de prospecção de clientes: tipos de clientes e público-alvo. Características de públicos: pessoas com deficiência, mobilidade reduzida e necessidade de atendimentos especiais.

Estratégias de marketing pessoal e etiqueta profissional. Definição e características de produtos e serviço. Ferramentas e estratégias para vendas: propostas de vendas, gráficos de metas e roteiro de venda, entre outras.

Definição de pós-venda: acompanhamento de relatórios de venda e estratégias de fidelização de clientes. Formas de pagamento e estratégias de comunicação do preço ao cliente.

Tipos e formas de organização e cadastro de clientes. Comunicação verbal e não verbal: elementos da comunicação, coerência, articulação, vícios de linguagem, gírias, entonação, volume e velocidade da fala, postura corporal, feedback e gesticulação.

Tipos de atendimento: personalizados, diferenciados (idosos, jovens, adultos, pessoas com deficiência, gestantes etc.), presenciais, eletrônicos e telefônicos. Conceito de humanização no atendimento em estética: ética profissional, qualidade na prestação de serviço, excelência no atendimento em estética. Técnicas de administração de situações-problema.

Avaliar as condições de saúde e os hábitos de vida do cliente para a área de estética:
Princípios de citologia: célula, membrana plasmática, organelas citoplasmáticas e transporte através da membrana. * Princípios de histologia: tecidos epitelial e conjuntivo.

Sistema tegumentar: epiderme, derme e tela subcutânea, receptores sensoriais, couro cabeludo e haste capilar. Sistema circulatório: pequena e grande circulação, fisiologia da circulação e células sanguíneas.

Sistema urinário: composição e fisiologia do sistema urinário. Sistema endócrino: hormônios e suas atuações/impactos nas questões estéticas. Sistema respiratório: fisiologia da respiração, trocas gasosas. Sistema nervoso: estrutura e funções do neurônio, transmissão do impulso nervoso, arco reflexo e divisão estrutural (central e periférico: autônomo e visceral).

Sistema digestório: estrutura e fisiologia da digestão. Sistemas reprodutores: feminino - estrutura, ciclo menstrual e alterações gestacionais; masculino - estrutura e diferenças hormonais. Patologias e principais interferências nas condições estéticas: trombose, marcapasso, varizes, microvarizes, varicoses, hiper/hipotensão arterial, arritmia cardíaca, edema, distúrbios gastrointestinais (constipação e flatulência, entre outros.), hipo/hipertireoidismo, alterações metabólicas, diabetes, alergias respiratórias (rinite, asma, bronquite), dermatites (contato, atópica e seborreica), rosácea, psoríase, milium, xantelasma, nevos, psoríase, ceratose senil, contraceptivos, epilepsia, cistite, cálculo e insuficiência renal e eflúvio (telógeno e anágeno). * * Câncer de pele: definição, prevenção, tipos mais comuns, principais sintomas.

Características das lesões elementares na superfície da pele: lesões primárias e secundárias. Elementos da comunicação: emissor, receptor, canal, mensagem, ruídos e feedback. Características dos instrumentos de registro da avaliação inicial.

Hábitos de vida que interferem nas características da pele: exposição solar, ingestão de água, alimentação, atividade física, tabagismo e ingestão de álcool, entre outros.

Combinar cosméticos para uso em estética:
Classificação de produtos de higiene pessoal, cosméticos e perfumes: definição e grau de risco (RDC vigente). Definição de cosméticos, fitocosméticos e demais terminologias que são utilizadas no segmento da estética.

Legislação aplicada a cosméticos: definição e órgãos reguladores. Princípios da química inorgânica e orgânica aplicados à cosmetologia: átomos, moléculas, matéria, ligações iônicas, pH e estruturas/formulações químicas.

Permeabilidade cutânea: lipossomas, nanotecnologia e biotecnologia, via de permeação (cutânea: transepidérmica, glândula sudorípara e folículo piloso) e fatores que influenciam na permeação.

Componentes cosméticos e suas funções na formulação: conservantes, veículo/excipiente, umectantes, emolientes, espessantes, neutralizantes, sequestrantes, quelantes, princípios ativos, tensoativos, corantes e aromatizantes.

Princípios ativos: adstringentes, secativos, hidratantes, umectantes, queratolíticos, antioxidantes, abrasivos, oclusivos, calmantes, cicatrizantes, anti-inflamatórios, clareadores e despigmentantes, entre outros.

Implicações da utilização diária da maquiagem: corretivo, base, pós-faciais, batons/umectantes labiais, blush, maquiagem para área dos olhos e cosméticos com ações de correção estética. Indicações e contraindicações dos princípios ativos nas fórmulas cosméticas utilizadas em estética. Formas cosméticas: emulsão (creme, leite ou loção cremosa), loção, gel, gel-creme, espuma (mousse), aerossol, suspensão, sabonete líquido, óleo, sais, sérum, barra ou bastão, máscara e pó.

Embalagens dos cosméticos: embalagem primária e secundária, informações da rotulagem. Indústria cosmética: fabricação, controle de qualidade dos produtos cosméticos, testes para avaliar uma formulação.

Técnicas de manuseio para prevenção de contaminação dos cosméticos. Terminologias vigentes do Sistema de Codificação da Nomenclatura de Ingredientes Cosméticos. Definição, finalidade, princípios ativos, tipos de proteção (protetores solares e fator de proteção solar - FPS) e ações preventivas de fotoprotetores (radiações, melanogênese).
Características da exposição da pele: radiação UV em ambiente externo e interno.

Realizar avaliação estética facial do cliente:
Conceito de equipes multiprofissionais e interprofissionais: características de um trabalho integrado. Tipos de pele: eudérmica, alípica, lipídica, mista.

Inspeção visual da face e do couro cabeludo: brilho, queratinização, ostiospilossebáceos e fototipos cutâneos. Lesões elementares na superfície da pele: implicações na avaliação.

Sinais de envelhecimento da pele da face: diferenças entre rugas estáticas e dinâmicas, flacidez tissular e muscular. Equipamentos para inspeção visual: lupa e lâmpada de Wood. Biossegurança: utilização de EPIs, higiene e profilaxia pessoal.

Registros de avaliação. Nomenclatura e localização dos ossos da face. Nomenclatura, localização e principais funções dos músculos da face. Afecções cutâneas faciais e seus graus de comprometimento: acne, melasma, flacidez e rugas.

Possibilidades e limites de atuação do esteticista: trabalho em equipe interprofissional. Registros fotográficos em estética facial: preparação do ambiente (enquadramento, iluminação, fundo) e do cliente (cabelo preso, sem uso de maquiagem ou acessórios e com autorização para uso da imagem).

Realizar procedimentos para reduzir a secreção sebácea da pele da face:
Relação dos hábitos de vida com os procedimentos estéticos. Ativos cosméticos de acordo com o biotipo cutâneo. Definição, características, etiologia, sinais/sintomas, formas de tratamento e medidas preventivas da acne.

Características do procedimento de hidratação: higienização, esfoliação, tonificação e hidratação. Técnicas de higienização e hidratação da pele e desinfecção de lesões acneicas inflamatórias.

Indicações e contraindicações da limpeza de pele: higienização, tonificação, esfoliação física/mecânica, emoliência, extração manual, hidratação e fotoproteção. Definição, indicações, contraindicações, efeitos fisiológicos e técnicas de aplicação da alta frequência, vapor de ozônio, corrente galvânica e fototerapia.

Cosméticos específicos para o procedimento de limpeza de pele com acne. Limite de atuação do esteticista: extração de lesões (comedões, pústulas e miliuns), análise do grau da acne, extração de pápulas, tipos de peeling.

Noções de correntes elétricas, parâmetros de uso e eletricidade celular: transporte através da membrana celular e cargas elétricas nos tecidos. Recursos eletroterápicos (alta frequência, fototerapia, microcorrente, ionização, desincruste): definição, efeitos fisiológicos, indicações, contraindicações e ativos cosméticos associados na redução de secreção da face e do couro cabeludo. Definição e técnicas de pré-peeling.

Realizar procedimentos estéticos faciais de renovação celular da pele:
Processo de envelhecimento: cronológico, fotoenvelhecimento e tipos de classificação. Definição, características, etiologia, sinais, formas de tratamento e medidas preventivas das rugas estáticas e dinâmicas; da flacidez muscular e tissular.

Processo de renovação celular: características e o impacto das alterações físicas, hormonais e metabólicas. Hábitos de vida que interferem no processo de renovação celular: exposição solar, ingestão de água, alimentação, atividade física, tabagismo e ingestão de álcool, entre outros.

Ativos cosméticos para revitalização, hidratação e nutrição facial. Recursos eletroterápicos para hidratação e nutrição da pele da face: ionização e fototerapia.

Peeling mecânico, químico, enzimático e sequencial na renovação celular da pele da face. Ações dos peelings: formas de neutralização (peelings químicos), profundidade, abrasividade e reparação tecidual.

Efeitos fisiológicos, indicações e contraindicações dos peelings no envelhecimento cutâneo. Parâmetros de utilização dos equipamentos e tempo de aplicação dos ácidos no peeling.

Limites de atuação do esteticista na utilização dos peelings para renovação celular da pele da face. Definição, efeitos fisiológicos, parâmetros de utilização, indicações e contraindicações das tecnologias existentes no mercado de estética: microcorrente, ionização, estimulação muscular, eletrolifting, fototerapia e dermotonia facial (vácuo), entre outras. (Esta competência, em virtude de normas regionais, cita as inúmeras tecnologias para futuro detalhamento daquelas aprovadas em seu campo de atuação em sua localidade).

Princípios ativos utilizados na renovação celular cutânea. Massofilaxia facial: definição, finalidades, efeitos fisiológicos, indicações, contraindicações, manobras, direção, pressão e ritmo dos diferentes tipos de massagem.

Músculos da face: grupos, funções e fibras musculares, contração (pontos motores) e tipos de corrente excitomotores. Efeitos fisiológicos, indicações e contraindicações da eletroestimulação muscular. Sistema linfático: estrutura e funções dos órgãos linfáticos, circulação da linfa e sua relação com o sistema cardiovascular.

Tipos de cosméticos que ativam a circulação linfática. Drenagem linfática: conceito, fatores que influenciam no transporte da linfa, métodos e manobras de drenagem, indicações e contraindicações.

Realizar procedimentos estéticos para prevenir e amenizar o processo de formação de manchas na pele da face:
Melanogênese e o processo de formação de manchas. Limites de atuação do esteticista na interferência sobre os processos de formação da mancha.

Ativos despigmentantes: tipos, efeitos fisiológicos, indicações e contraindicações na redução e no controle das manchas. Definição e técnicas de pré-peeling. Técnicas de aplicação dos peelings mecânico, químico, enzimático, combinado e sequencial na redução e no controle de manchas.

Clareamento de manchas: ação dos peelings (formas de neutralização, profundidade, abrasividade e reparação tecidual), indicações e contraindicações dos peelings, efeitos fisiológicos e possibilidades de uso para clareamento de virilha e axilas.

Realizar procedimentos faciais em estética:
Atendimento Facial: implicações da avaliação. Avaliação facial: biotipo cutâneo, hidratação da pele, flacidez tissular e muscular, rugas estáticas e dinâmicas, presença de manchas, lesões elementares de pele, linhas de tensão facial.
Integração das técnicas manuais e eletroterápicas, bem como de ativos cosméticos nos procedimentos estéticos faciais, considerando frequência e tempos das sessões. * * Formas de registro dos atendimentos e protocolos. Benefícios e implicações da aplicação de procedimentos e cosméticos combinados e sequenciais: Indicações e contraindicações das técnicas manuais e elétricas e de produtos cosméticos aplicados nos procedimentos faciais.

Realizar avaliação estética corporal do cliente:
Biotipos corporais. Síndrome da desarmonia corporal: fibroedema gelóide (graus), adiposidade (dobras cutâneas), flacidez tissular e muscular, estrias (brancas e vermelhas) etc. Biossegurança: utilização de EPIs, higiene e profilaxia pessoal.

Registros de avaliação do corpo. Nomenclatura e localização dos ossos do corpo. Nomenclatura, localização e principais funções dos músculos do corpo. Técnicas de avaliação corporal: peso, altura, perimetria e cálculo de Índice de Massa Corpórea (IMC). Noções de hábitos alimentares saudáveis relacionados com a pirâmide alimentar e o impacto nas disfunções estéticas.

Registros fotográficos em estética corporal: enquadramento, iluminação, fundo. Condições para o registro fotográfico em estética: cabelo preso, sem acessórios e com autorização para uso da imagem.

Realizar procedimentos de relaxamento e bem-estar corporal em estética:
Relação dos antecedentes de saúde e dos hábitos de vida com os procedimentos estéticos de relaxamento e bem-estar: hiper/hipotensão arterial, trombose, varizes, neoplasias, fraturas e/ou cirurgias recentes, dermatites, diabetes, alergias, qualidade do sono etc.

Características e aplicações dos protocolos de relaxamento e bem-estar: massagem relaxante, hidratação corporal e clareamento de pelos. Massagem relaxante: definição, tipos, efeitos fisiológicos (circulatórios, neuromusculares; reflexos e metabólicos), as indicações e contraindicações.

Outras técnicas de relaxamento: pedras quentes, toalhas quentes, bambuterapia e demais técnicas utilizadas regionalmente. Manobras básicas de massagem: componentes da massagem (direção, pressão, velocidade, ritmo e sequência) e pontos-gatilho.

Conceitos de ergonomia aplicados à estética: alongamento antes e depois dos atendimentos e postura corporal durante a execução das manobras.

Ambientação: som, temperatura e iluminação. Procedimentos de higienização, esfoliação e hidratação da pele do corpo. Nível de hidratação e permeabilidade cutânea. Características dos ativos cosméticos hidratantes.

Formas cosméticas dos produtos de massagem: óleos e cremes. Drenagem linfática: métodos, manobras, efeitos fisiológicos, indicações e contraindicações (patologias gerais e do sistema linfático - linfoedema, entre outras).

Realizar procedimentos estéticos que favoreçam a redução da gordura subcutânea e fibroedema gelóide:
Relação do biotipo corporal com a gordura localizada e fibroedema gelóide.

Tecnologias existentes no mercado de estética: ionização, ultrassom, endermologia, termoterapia e eletrolipólise sem agulhas, entre outras. Princípios da lipólise, lipogênese, relação com o sistema endócrino e o impacto no metabolismo.

Realizar procedimentos estéticos que estimulem as fibras colágenas, elásticas e tônus muscular:
Tecnologias existentes no mercado de estética para tratar flacidez cutânea, flacidez muscular e estrias: recursos eletroterápicos e peelings, entre outros.

Estrias, flacidez muscular e tissular: etiologia, classificação, fisiologia. Princípios da fisiologia da contração muscular, tipos de fibras musculares, ponto motor, grupos musculares e suas funções.

Processo de envelhecimento cutâneo: fatores endógenos e exógenos envolvidos, flacidez tissular e muscular. Colagenogênese: definição e formas de estimulação. Eletroterapia e demais recursos estéticos: características físicas, tipos de eletrodos, efeitos fisiológicos e terapêuticos, indicações, contraindicações, parâmetros de uso e modos de aplicação.

Procedimentos de assepsia dos materiais. Cosméticos associados aos procedimentos estéticos que estimulem as fibras colágenas, elásticas e o tônus muscular. Estruturas das fibras dérmicas: fibroblastos e a produção de colágenos, elastina, reticulina e características da regeneração da pele.

Peelings: tipos, combinações, modo de aplicação, indicações, contraindicações, efeitos fisiológicos, reações pós-peeling. Limites de atuação do esteticista na utilização dos peelings para estimular a síntese de colágeno e elastina.

Mecanismo da contração muscular: fibras vermelhas, fibras brancas, combinação de grupos musculares (agonista, antagonista e sinergistas). Estimulação muscular: tipos de corrente, indicações e contraindicações, efeitos fisiológicos, parâmetros de uso.

Realizar procedimentos corporais em estética:
Atendimento Corporal: implicações da avaliação. Conceito de equipes multiprofissionais e interprofissionais: características de um trabalho integrado.

Avaliação e registro da condição estética corporal: hidratação cutânea, biotipo, gordura subcutânea, fibroedema gelóide, estrias, flacidez cutânea e/ou muscular. Integração das técnicas manuais, eletroterápicas e ativos cosméticos nos procedimentos estéticos corporais, frequência e tempo das sessões. Formas de registro dos atendimentos e protocolos. Tipos de protocolos de atendimento.

Prática Integrada das Competências em Estética:
Indicadores: Cumpre o compromisso assumido no prazo determinado, respeitando as normas estabelecidas no ambiente da Prática Integrada das Competências em Estética. Realiza a Prática Integrada das Competências em Estética conforme a descrição das atividades, demonstrando comprometimento com o fazer profissional. Define os procedimentos estéticos, atendendo os limites de atuação e as normas da Vigilância Sanitária.

Projeto Integrador Técnico em Estética:
Indicadores: Adota estratégias que evidenciam as Marcas Formativas Senac na resolução dos desafios apresentados. Elabora síntese do Projeto Integrador, respondendo às especificações do tema gerador. Apresenta os resultados do Projeto Integrador com coerência, coesão e criatividade, propondo soluções inovadoras a partir da visão crítica da atuação profissional no segmento. Articula as competências do curso no desenvolvimento do Projeto Integrador.
Para quem deseja trabalhar em clinicas de estética, salões de beleza, profissionais da área de Estética ou para atendimento home care.

Escolaridade – Ensino Médio Incompleto.
Idade: 16 anos.
O curso é ideal para quem deseja trabalhar como Técnico de Estética, esta área propícia renda significativa.

O aluno será capaz de realizar tratamento estético facial e corporal, avaliar as condições de saúde e os hábitos de vida do cliente para a área de estética.

Estabelecer estratégias de relacionamento com os clientes de estética: Realizar atividades administrativas para o trabalho em estética, com abordagens inovadoras e com foco em alavancar o mercado de atuação, sendo um curso de grande potencial profissional e econômico.

Ao concluí-lo, o certificado de Técnico de Estética, estará disponível com validade nacional.

Fique atento as novas tendências da beleza, com este curso, você poderá ser referência neste mercado.
1200 horas.
Equipamento Proteção Individual (EPI) uso obrigatório:

Touca de procedimento
·Máscara de procedimento
Luva de Procedimento.
Jaleco Branco manga longa ou 3/4.
Sapato fechado
Pct avental descartável
Óculos proteção individual

Escolha em qual unidade você gostaria de realizar o curso

Quero investir no meu futuro!
Estude agora no Senac com descontos exclusivos mais detalhes
Chega de desculpas Nós te ajudamos!

Conheça nossa política de descontos. Você não precisa adiar o início do seu curso.

Voltar para o topo
Atendimento On-line Segunda a sexta: 8h às 17h