Capa da notícia
Senac Saber

Gastronomia Sustentável: a sustentabilidade na sua mesa

Dia 18 de junho comemora-se o Dia Mundial da Gastronomia Sustentável; coordenadora do Senac explica benefícios dessa prática

No próximo dia 18 de junho comemora-se o Dia Mundial da Gastronomia Sustentável. Talvez você pense que sustentabilidade na Gastronomia é um bicho de sete cabeças ou um assunto muito longe da sua realidade. Mas o Momento Senac Saber de hoje vai te mostrar que não é bem assim e que essa prática pode ser exercida por qualquer pessoa.

“A Gastronomia Sustentável”, explica Juliana Barroso, chef de cozinha e coordenadora de Gastronomia do Senac Goiás, “nada mais é que uma visão sistêmica de toda cadeia produtiva dos alimentos, em que pensamos sobre a origem desses alimentos, como eles serão produzidos e como serão descartados no final.”

A coordenadora explica que atualmente um terço dos alimentos que são produzidos no mundo é desperdiçado. “Aproximadamente 17% dos alimentos que estão nas prateleiras dos mercados também são desperdiçados. Esse é um número muito grande, visto que temos muitas pessoas com fome e passando necessidade no mundo”, avalia Juliana Barroso.

Benefícios

A prática da Gastronomia Sustentável visa alguns benefícios a curto, médio e longo prazos.  A curto prazo podemos observar melhoria na saúde, visto que essa prática defende o uso de alimentos orgânicos sem a utilização de agrotóxicos. 

“No Brasil nós utilizamos alguns agrotóxicos que são proibidos em todo o mundo e o único lugar permitido é aqui. Isso traz muitos malefícios para a saúde, para a água, para a terra em si, para o solo. Quando consumimos alimentos orgânicos, automaticamente já temos uma melhoria instantânea na nossa saúde”, explica Barroso.

Já a economia financeira é um dos benefícios a médio prazo. De acordo com a coordenadora do Senac, muitas pessoas consideram os alimentos orgânicos mais caros, mas ela atribui isso ao fato de que a procura se dá em locais de difícil acesso. “Eu garanto que você vai encontrar perto da sua casa uma feira com produtos orgânicos que têm o preço mais acessível que os supermercados de grande porte”, afirma. 

A economia financeira a médio prazo também se dá pelo fato de que a Gastronomia Sustentável defende o não desperdício e o planejamento para que o alimento seja usado em sua totalidade. “A fartura é um hábito das famílias goianas, mas isso faz com que sobre muita comida, que acaba ficando na geladeira por vários dias e vai para o lixo. Com o hábito de sustentabilidade vamos parar com esse hábito cultural e fazer apenas o que vamos consumir para evitar o desperdício”, destaca Juliana.

Já a longo prazo a natureza e o meio ambiente agradecem. Juliana Barroso explica que o plantio e o cultivo de alimentos causam diversos impactos no meio ambiente. O transporte desses alimentos também contribui com a emissão de CO2. “São mais de 100 mil toneladas produzidas apenas para o transporte de alimentos. Isso desgasta o meio ambiente de uma forma considerável. A longo prazo teremos um planeta e uma vida mais saudáveis”, afirma a coordenadora. 

Gastronomia Sustentável na prática

Atitudes simples podem contribuir com essa prática. Uma das formas já muito conhecida é a separação do lixo orgânico e do lixo reciclável. Você também pode usar o lixo orgânico na compostagem para o cultivo e nutrição do solo. A escolha por alimentos sazonais, ou seja, da época, também contribui com a redução do transporte e, consequentemente, com a emissão de CO2.

O uso integral do alimento também é uma prática simples e pode ser aplicada no dia a dia. “Quando você vai fazer uma receita, se você planejar a utilização dos alimentos na sua integridade, ou seja, da casca, semente e polpa, você já está praticando a Gastronomia Sustentável”, orienta Barroso. 

Até quando utilizamos os recursos naturais com cuidado estamos praticando a Gastronomia Sustentável, como evitar o desperdício de água, e o uso consciente da energia elétrica.

Praticar a gastronomia sustentável é cuidar da sua saúde, da saúde da sua família e da saúde do nosso planeta. E você, adota alguma dessas práticas em sua casa ou seu estabelecimento comercial? Compartilhe com a gente em nossas redes sociais no Facebook e Instagram


Ver todas as notícias
Voltar para o topo
Atendimento On-line Segunda a sexta: 8h às 17h